Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Margarida.

Terça-feira, 04.10.05
Irrompendo na maresia
Um Triste choro se ouvia.
Batendo na ferida
Estava uma pequena margarida.

Uma pequena flor,
Pequena e singela,
Que desperta tanto amor,
E por isso não é menos bela.

Mas numa noite algo gritava,
Um choro que desesperava.
Na solidão um grito cortante.
Soava alto mas não o bastante.

Flor a quem arrancaram,
Sem tristeza nem mágoa,
As pétalas que nela brilharam,
Tal lágrimas suas gotas de água.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Ogle às 17:02




mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2005

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031





comentários recentes

  • gala

    :)voltaste

  • caixapreta

    Eu também não fui embora, ando por ai, mas em vez ...

  • caixapreta

    As flores são uma dica para procurar um novo blog?

  • Filipa Guardado

    .... a relacionar o inrelacionavel :P ..... xxx Mt...

  • Gala

    eu venho, e venho e volto a vir mas não há textos ...

  • Guh

    Olha lá, mas tu mudaste de domínios ou andas só mu...

  • caixapreta

    Feliz Natal

  • Guh

    Eu acho, sinceramente, que tu tás todo queimadinho...

  • caixapreta

    Cheiros e sabores...por vezes é preciso até disfar...

  • Ogle

    Os recados são sempre bem vindos... Mas o que teim...