Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

Quarta-feira, 20.10.04
Na interacção surge a criação de novas coisas. O conjunto é sempre mais forte que as suas partes. As comprovações das nossas criações são mais fortes nas criações que os outros fazem delas, onde o comum entre as duas é verdade para ambos. E onde fica tudo o resto? Que interessa mais que a verdade? A totalidade!? E como dar conhecimento do todo ás suas partes? E o que é que isso interessa ás partes? Se as partes seguem a sua verdade qual a necessidade do resto ou da verdade da totalidade? Para comprovar ou enaltecer essa verdade? Para lhe dar um maior grau de importância? Eu ao criar, e isso é verdade para mim, estou na minha totalidade a escolher a verdade- a minha verdade. Ao possibilitar aos outros essa criação, ao colocar á disposição dos outros, estou a por a minha verdade á disposição de todas as outras verdades. Todos os outros encontram algo de comum, comigo ou uns com os outros, comprova-se a verdade individual com todas as outras individualidades, sendo isso a soma das duas, do comum entre elas. Essa verdade acaba por se tornar independente das suas partes mas a elas é comum. As individualidades em comum, na sua soma, na sua verdade comum, tornam-se uma individualidade maior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Ogle às 23:54




mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2004

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31





comentários recentes

  • gala

    :)voltaste

  • caixapreta

    Eu também não fui embora, ando por ai, mas em vez ...

  • caixapreta

    As flores são uma dica para procurar um novo blog?

  • Filipa Guardado

    .... a relacionar o inrelacionavel :P ..... xxx Mt...

  • Gala

    eu venho, e venho e volto a vir mas não há textos ...

  • Guh

    Olha lá, mas tu mudaste de domínios ou andas só mu...

  • caixapreta

    Feliz Natal

  • Guh

    Eu acho, sinceramente, que tu tás todo queimadinho...

  • caixapreta

    Cheiros e sabores...por vezes é preciso até disfar...

  • Ogle

    Os recados são sempre bem vindos... Mas o que teim...




subscrever feeds