Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Falsos controlos

Quarta-feira, 23.08.06
    Apregoando aos sete ventos que somos livres de escolha, dentro de uma lista específica de coisas em categorias diferentes restringidas a uma uniformização, resumindo algo ao mais básico possível dessa categoria, dizendo que há escolha dentro de poucas opções. Somos levados por esta falsa sensação de controlo da nossa vida ou do seu rumo. Levados pelos condicionamentos daquilo que nos é posto á frente balizado pelas palas de quem deseja que  tomemos determinado rumo de decisão.
     Engraçado como qualquer tipo de informação contrária a essa idéia é tratada como "falsa propaganda contendo nada senão falásias e informação desviante do assunto que é fulcral e tem que ser seguido, sem discussão possível pois é uma questão de escolhas que têem que ser tomadas para não nos deixarmos num impasse evolutivo". Temos que seguir em frente pois "perdemos o barco", "agarramo-nos ao tempo que não volta", "deixamo-nos levar pelos fantasmas", "não tomamos controlo da nossa vida e deixamo-nos levar por ela". Mas eu sou quem sou sem escolhas, sou isto e não aquilo- poderão pensar que têem controlo sobre o que vestem, o que fazem, o estilo do penteado, o que ouvem, o que escolhem... Mas são falsos controlos de algo que já é filtrado, condicionado, colocado á nossa frente como palas que não nos levam a olhar para o lado e pensar- Talvez fosse bom para mim seguir para o lado?!  Ser realmente aquilo que eu considero ser eu?!
    Coloca-se então a questão- O que é que sou?! Vamos então pensar nas possíveis escolhas!...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Ogle às 22:27


2 comentários

De gala a 23.08.2006 às 23:27

E o mais interessante é o facto de nos levarem a determinada coisa.... induzindo-nos ke tal partiu exclusivamente de nós. E ficámos todos contentes pois temos a nossa vida segura e não vamos em tretas impostas pelo rebanho

afago*

De kronnax a 12.10.2006 às 21:54

Sim, o livre arbitrio já não é como era... não... agora é nos imposto por o ritmo da sociedade, e mesmo o controlo sobre o ir contra a corrente, sobre o quebrar as barreiras é criado laboratoriamente. E se bem que podemos não seguir o rebanho, mas ve olharmos meticulozamente iremos nos aperceber de uma tal realidade aterroradora que é o facto de que podemos não estar a seguir o rebanho como queriamos, mas estamos a seguir outro genero de rebanho... mas rebanho em si na mesma.

Bolas, quantas vezes já não fizemos o extraordinario de ir contra toda uma multidao de pessoas que nos dizem algo, só porque acreditavamos no que estavamos a fazer? Quantas vezes decidimos que era certo o que todos diziam que seria errado... e quantas vezes demos com os cornos no chão por a nossa teimosia???

Eu admito, tenho que levar a chapada para aprender... e mesmo assim as vezes só uma não é o suficiente e volto a repetir o erro... ou não sera assim tão erractico se estivermos a seguir o nosso insticto? Não sei, NÃO tenho as respostas para tudo... como as vezes parece... enfim....

E quanto a tua questão final... "O que é que sou?", bem meu velho amigo... vou te responder da maneira que eu mais gosto... subrepondo o assunto para a minha pessoa... Eu não sei o que sou... sou tanta coisa... é tudo muito relativo, sabes... pode mudar ao segundo consoante a prespectiva de quem nos esta a observar...

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2006

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031





comentários recentes

  • gala

    :)voltaste

  • caixapreta

    Eu também não fui embora, ando por ai, mas em vez ...

  • caixapreta

    As flores são uma dica para procurar um novo blog?

  • Filipa Guardado

    .... a relacionar o inrelacionavel :P ..... xxx Mt...

  • Gala

    eu venho, e venho e volto a vir mas não há textos ...

  • Guh

    Olha lá, mas tu mudaste de domínios ou andas só mu...

  • caixapreta

    Feliz Natal

  • Guh

    Eu acho, sinceramente, que tu tás todo queimadinho...

  • caixapreta

    Cheiros e sabores...por vezes é preciso até disfar...

  • Ogle

    Os recados são sempre bem vindos... Mas o que teim...