Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sentir, compreender, amar.

Segunda-feira, 06.02.06
A compreensão lógica de algo faz com que se tente racionalizar o que sentimos, ao tentarmos racionalizar o que sentimos afastamo-nos do sentimento. O conflito entre estes dois campos leva, nas sociedades ditas "modernas", a uma crescente insatisfação e ansiedade com o próprio. Tentamos explicar aquilo que pensamos compreender porque assim o sentimos, tentamos sentir as coisas porque assim as compreendemos. Afastando-nos de nós próprios ao elevarmo-nos á compreensão deixando de fora o que sentimos. Afastando-nos de nós próprios ao tentar elevar aquilo que sentimos a uma compreensão. Dizemos existir um equilíbrio mas andamos sempre a compensar, ora por excesso ora por defeito, sem nunca de facto andarmos equilibrados na realidade.
Já terei falado, em textos anteriores, que o amor seria aquilo que nós humanos devolvemos ao universo como elemento primordial (para além dos elementos terra, água, ar, etc). Já tambem falei que o amor incondicional nos ajuda a compreender algo mesmo que não o sintamos. Poderá então ser o amor incondicional uma ajuda na resolução do conflito compreensão-sentimento? Todos aqueles que foram considerados profetas de alguma ideologia religiosa ou filosofia de procura do significado da nossa existência tropeça neste conceito. É algo incontornável, elevado á celebração máxima ou ao tabu, sacrilégio, puro dogma quando não se sente aquilo que nos ajuda a compreender mas não tem compreensão. O amor é algo que sentimos e ajuda a compreender aquilo que amamos. Não é algo que compreendemos, é algo que sentimos. Não sentimos que o compreendemos em si mas ajuda a compreender o objecto pelo qual o sentimos. Parece uma solução tão simples mas ao mesmo tempo procuramos explicar um sentimento complicado e embrulhamo-nos em questões intermináveis que nos colocam cada vez mais no conflito compreensão-sentimento. Não nos sentimos completos ao procurar a compreensão do Mundo, falta tempo para o sentir... Não nos sentimos completos ao sentir o Mundo pois acabamos por não compreender nada dele...
Amando encontramos a "cola" entre os dois, a ponte que une as margens em conflito, o equilíbrio da dictomia, não por excesso, não por defeito, mas por uma constante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Ogle às 16:37


2 comentários

De Anónimo a 10.02.2006 às 15:56

… Olá Bloguista.
.
Informações Úteis aos ALUNOS do Secundário e aos ALUNOS Universitários das CLASSES SOCIAIS Média, Média-Alta, Alta e RICOS.
.
.
Sabiam que:
.
.
.
*** EM CADA DOIS (2) alunos universitários UM (1) NÃO ACABARÁ o Curso !?!?!?!?!?!?!?!?!
.
.
.
Nota: Em ENGENHARIA É MUITO PIOR. Em cada quatro (4) alunos universitários três (3) não acabarão o Curso !?!?!?!?!?!?!?!?!
.
.
.
Ou seja. DOS ALUNOS QUE ENTRAM nas Universidades e Politécnicos (Públicas ou Privadas) CINQUENTA POR CENTO (50%) -- NÃO CHEGA -- A ACABAR O CURSO. A maior parte desiste nos 3 primeiros anos do Curso.
.
No total Duzentos e Vinte e Cinco Mil (225.000) alunos não terminarão o Curso. Logo Dinheiro do Estado e dinheiro das Famílias deitados ao lixo todos os anos (Mais de Quatro Mil e Quinhentos Milhões (4.500.000.000) de Euros anuais).
.
Nota Importante: NÃO SE PREOCUPEM COM OS POBRES. Porquê?!?! Porque nas Universidades e Politécnicos (Públicos e Privados) há:
.
- Um por Cento (1%) de Pobres;
.
- Sete por Cento (7%) de Classe Média-BAIXA.
.
- Noventa e Dois por Cento (92%) de Classes Média, Média-Alta, Alta e Ricos. E SÃO ESTES QUE SE LIXAM!! Abram os Olhos!
.
.
.
.
*** Um CURSO DE CINCO (5) ANOS É FEITO, em MÉDIA, em OITO (8) ou NOVE (9) anos!
.
.
*** Dos Cinquenta por cento (50%) que TERMINAM O CURSO:
.
Setenta por cento (70%) tira-o a COPIAR!!?!!?. Senão CHUMBAVAM também (seria 85% que não acabaria o Curso !!?!??!?!?!) e Profissionalmente serão ineficientes e medricas e inseguros.
.
.
QUEM NÃO SE ACREDITAR NESTAS INFORMAÇÕES:
.
Perguntem aos Administradores dos Serviços de Acção Social, aos Reitores e aos Presidentes das Universidades e Institutos Politécnicos, tanto Públicos como Não-Públicos.
.
.
SOLUÇÕES SIMPLES:
.
i -- FECHEM todas as Universidades e Institutos Politécnicos durante cinco (5) anos e ABRAM Escolas Secundárias Técnico Profissionais COM ACESSO À UNIVERSIDADE.;
.
In “Livro aconselhado às Escolas Técnico Profissionais com acesso ao Ensino Superior”, http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2005_12.html#893945
.
.
E/OU ENTÃO,
.
ii -- AUMENTEM AS PROPINAS, anualmente, para CINCO (5) VEZES o SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL (nos Institutos Politécnicos Públicos e nas Universidades Públicas).
.
Prova dos Nove contra os Aldrabões e Aldrabonas e a sua “Ladainha dos Pobrezinhos”:
.
Ver: “Alunos COM POSSES têm mais hipóteses no ENSINO (superior) PÚ-BLI-CO”, http://jn.sapo.pt/2004/08/22/sociedade/ha_portugal_cultura_facilitismo.html.
.
.
PROPOSTA DE MELHORIA:
.
Que a maior parte dos COLÉGIOS deixe de ministrar o Ensino GERAL (+/- igual a Palha com notas inflacionadas) e passe a ministrar o Ensino TÉCNICO-PROFISSIONAL com acesso ao Ensino Superior. É lógico!
.
.
OFERTA PELA DIVULGAÇÃO DESTE DOCUMENTO:
.
TODOS os Alunos PODEM E - DEVEM – Candidatar-se / Concorrer TODOS os anos à BOLSA DE ESTUDO nas Universidades e Institutos Politécnicos (Públicos e Não Públicos):
.
"Oh ALUNOS Portugueses III" - SUBSÍDIO ESCOLAR e BOLSA DE ESTUDO , 30 Abril de 2004 em http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2004_04.html#128423
.
José da Silva Maurício




FECHEM as Universidades e Politécnicos durante 5 anos e CONSTRUAM Escolas Técnico-Profissionais;
(http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt)
(mailto:mauricio_102@sapo.pt)

De Anónimo a 06.02.2006 às 16:43

é mesmo isso :)gala
(http://trocadeolhares.blogs.sapo.pt)
(mailto:gala.trocedeolhares@gmail.com)

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Fevereiro 2006

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728





comentários recentes

  • gala

    :)voltaste

  • caixapreta

    Eu também não fui embora, ando por ai, mas em vez ...

  • caixapreta

    As flores são uma dica para procurar um novo blog?

  • Filipa Guardado

    .... a relacionar o inrelacionavel :P ..... xxx Mt...

  • Gala

    eu venho, e venho e volto a vir mas não há textos ...

  • Guh

    Olha lá, mas tu mudaste de domínios ou andas só mu...

  • caixapreta

    Feliz Natal

  • Guh

    Eu acho, sinceramente, que tu tás todo queimadinho...

  • caixapreta

    Cheiros e sabores...por vezes é preciso até disfar...

  • Ogle

    Os recados são sempre bem vindos... Mas o que teim...